• 25/09/2020

Breaking News :

Paciente curado da Covid-19, que ficou 51 dias internado, lembra dedicação dos profissionais de saúde: ‘Preciso agradecer’

Curta

Aproveite e

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Depois de quase 2 meses em hospital, paciente vence a Covid-19

Depois de quase 2 meses em hospital, paciente vence a Covid-19

Um dos primeiros pacientes que recebeu o diagnóstico de Covid-19 em Maringá, no norte do Paraná, e que ficou mais tempo internado em um hospital da cidade, recebeu alta após 51 dias.

Depois desse períodos, Eudes Januário agradece a dedicação dos profissionais de saúde e do apoio da família. “São situações que preciso agradecer”, disse.

Uma vitória entre tantos casos confirmados do novo coronavírus no município. Até domingo (31), Maringá estava com 371 confirmações de Covid-19 e oito mortes.

Agora, em casa, Eudes Januário continua um trabalho de recuperação intenso. Ele foi internado no dia 31 de março.

“Tive falta de ar, moleza no corpo. Depois me levaram para uma unidade básica de saúde e de lá já me levaram para o hospital. A partir dali não sei mais de nada durante uns 30, 40 dias”, contou Eudes Januário.

Internação

Ao ser internado no Hospital Municipal – instituição preparada para receber pacientes exclusivos de Covid-19 -, Januário foi internado direto na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Dias depois, sofreu duas paradas cardíacas e foi reanimado.

A família foi chamada pelos médicos e os filhos custavam acreditar nas informações.

“O hospital chamou a gente até para ir lá, de certa forma era uma despedida. Foi muito pesado”, contou a esposa, Telma Januário.

“Tinha medo de não ter mais ele. A gente é parceiro, cinema é com ele, filme é com ele, chorar é com ele, e daí ficava pensando, como a vida vai seguir daqui pra frente? ”, afirmou a filha, Mariana Januário.

“A gente vivia em uma angústia porque não podia ter contato com ele. Recebíamos uma ligação por dia dos médicos e cada vez que tocava o telefone da minha mãe a gente saia correndo”, lembrou Gabriel Januário, filho de Eudes.

Entre os quase 60 dias de internação, 30 deles em coma, Eudes Januário contou com a dedicação dos profissionais de saúde e com o apoio da família.

Quando apresentou sinais de melhoras, foi levado para um banho de sol em uma varanda, de frente para o estacionamento do hospital onde familiares e amigos esperavam por ele.

“Foi um momento muito especial . Apesar de todo o sofrimento, a gente contou o tempo todo com o apoio da equipe do hospital. Eles tinham essa preocupação de nos apoiar, a gente percebia que a equipe tinha o cuidado de também preservar e proteger a gente. Aquele momento foi um momento de muita emoção, ao ver que ele estava sentando nos passou muita segurança”, descreveu Telma Januário.

Recuperação

A saída do hospital foi comemorada. Com 25 quilos a menos, sem conseguir andar, Eudes Januário ainda se alimenta com ajuda de uma sonda e fala com dificuldade.

“A recuperação vai levar de 30 a 40 dias, é demorado, e tem que ter paciência.Tive cerca de 80% dos meus pulmões comprometidos, então imagina a violência dessa doença”, contou o paciente curado de Covid-19.

Eudes lembra com gratidão daqueles que cuidaram dele e que acreditaram na recuperação quando ele mesmo não sabia que se resistiria.

“Todos se dedicavam, conversavam comigo, me valorizavam. Falavam que era um diamante para eles, porque era o primeiro e seria vitorioso. Com isso, eles também seriam”, finalizou Eudes Januário.

Eudes Januário se recupera em casa após quase dois meses internado — Foto: Reprodução/RPC

Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.

Fonte:https://g1.globo.com/pr/norte-noroeste/noticia/2020/06/01/paciente-curado-da-covid-19-que-ficou-51-dias-internado-lembra-dedicacao-dos-profissionais-de-saude-preciso-agradecer.ghtml

Compartilhe no

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Que tal deixar sua Opinião?

Que tal deixar sua Opinião?